Ao aprender italiano existem 4 coisas que você NÃO deve fazer, caso contrário, irá prejudicar o seu progresso nos estudos.

Existem muitas práticas e hábitos que adotamos quando estamos aprendendo um novo idioma.

Nesse aspecto, toda prática e hábito que nos ajuda a avançar é válido, porém…

Ao longos dos anos, percebi que algumas práticas, em vez de nos ajudar a aprender e evoluir no idioma, podem causar justamente o efeito oposto…

Nos atrapalha e trava o nosso progresso.

Falo isso pela minha própria experiência, porque eu já cometi algumas destas práticas.

E hoje, após já ter percorrido esse caminho 4 vezes (com o inglês, o italiano, o espanhol e francês)…

acredito que posso te ajudar a não cair nessas armadilhas na hora de aprender italiano.

.

Ao aprender italiano, NÃO faça isso…

.

#1 Ficar travado em Regras Gramaticais

Muitas pessoas têm pavor de regras gramaticais…

acreditam que são muito complicadas e que são impossíveis de aprender.

Bom, o principal problema nesse ponto é que muitas delas estão focadas na regra pela regra.

Regras gramaticais nada mais são do que o estudo de um linguista sobre como a língua é falada.

Sem uma língua… as regras não existem!

Como assim Pri?

Vamos partir do seguinte princípio:

Quem nasceu antes… a língua ou suas regras gramaticais? (fazendo uma analogia… o ovo ou a galinha? =D)

aprender italiano 1 - 4 coisas que você não deve fazer na hora de aprender italiano

A língua veio antes.

O que é uma regra gramatical?

Uma regra gramatical nada mais é do que uma descrição de uma língua que já é falada, em uma estrutura de regras.

O linguista (cientista que estuda como as línguas funcionam) observa como a língua é usada dentro de uma sociedade…

percebe que existem padrões comuns em sua utilização, então organiza esses padrões da língua real dentro de um conjunto de regras, denominado gramática.

Simples assim!

As regras gramaticais existem, porque a língua existe.

Portanto, não é necessário ficar apavorado e travado em seus estudos tentando memorizar todas as regras.

Elas são um suporte para a língua falada… não o CEO.

A língua vem antes das regras.

Conforme vamos estudando, elas naturalmente vão se encaixando em nosso dia-a-dia.

.

#2 Traduzir sem antes ver o cenário completo

Esse é um hábito clássico que muitos desenvolvem no início e mantém ao longo do aprendizado…

Traduzir palavra por palavra do que está lendo, ouvindo ou assistindo.

aprender italiano 2 - 4 coisas que você não deve fazer na hora de aprender italiano

O problema nessa prática é que atrasa muito o seu progresso…

e você corre o risco de ficar “dependente” do tradutor ou dicionário para tudo.

Não tem problema em checar a tradução de uma palavra específica que você queira entender…

O problema está quando você faz isso sem antes ver todo o cenário.

Qual o resultado?

Você pega traduções fora de contexto, interrompe várias vezes o que está estudando e, em último grau…

Cria uma certa “dependência” em traduzir para o português, em vez de condicionar o seu cérebro a compreender o conteúdo em italiano, sem tradução direta.

É claro que quando estamos no processo de aprendizagem, não vamos compreender 100% do texto (palavra por palavra) que estamos lendo ou do áudio que estamos ouvindo…

Isso é normal!

Mas o importante aqui é você compreender o contexto do conteúdo.

Se ao ler ou ouvir o conteúdo completo, você sentir que compreendeu cerca de 70% ou 80%, ótimo!

Você compreendeu a essência que o texto ou o áudio quer transmitir.

Por isso, não caia na armadilha de ficar traduzindo cada palavra que você encontra, sem antes ver o cenário completo.

Até porque, muitas vezes a tradução ao “pé da letra” para o português pode tornar a leitura sem sentido.

É necessário entender o todo e não uma palavra isolada.

Procure condicionar o seu cérebro a não traduzir, antes de buscar traduzir, se esforce para entender o todo.

.

#3 Querer entender o “porquê” de tudo

Não sei se quando você era criança assistia o Castelo Rá-Tim-Bum…

Eu assistia e amava, não perdia um episódio e se passasse de novo, assistia novamente.

Nesse programa existia um personagem – o Zequinha -, que sempre perguntava o “por quê” das coisas.

E quando ele irritava muito as pessoas diziam:

“Porque sim Zequinha!”

aprender italiano 3 - 4 coisas que você não deve fazer na hora de aprender italiano

Então vinha um quadro em seguida que dizia assim:

“Porque sim não é resposta!”… e a explicação sobre a dúvida do Zequinha era exibida.

Bom… sinto te decepcionar, mas ao aprender italiano o “Porquê sim” é uma resposta válida!

Vou explicar melhor. Imagine a seguinte situação…

Você vê uma frase, entende muito bem a estrutura, mas resolve perguntar:

“Por quê é desta forma?”

Bom… é desta forma porque é assim que é falado. Pronto!

Lembre-se que eu mencionei que a língua vem antes das regras gramaticais?

Muitas vezes, a forma falada vem de aspectos específicos do contexto histórico da região e simplesmente a regra se adaptou ao que já era falado.

Sem contar expressões idiomáticas que tem origens diversas e, muitas vezes, sem registros históricos.

Não atrase seu progresso, buscando o porquê de tudo.

O Fernando, meu marido, tem uma analogia que eu gosto muito e acho totalmente válido para esse ponto…

Você não sabe o porquê a energia elétrica funciona da forma que funciona, nem por isso deixa de utilizá-la.

Por isso, não complique seus estudos.

É claro que é legal a curiosidade…

Falo isso, porque eu sou extremamente curiosa e sempre quero me aprofundar no porquê das coisas.

Mas não permita que isso trave você de avançar.

“Por que devo falar assim?”

Porque sim Zequinha!

Não questione o porquê do idioma. Aprenda, assimile e utilize ; )

.

#4 Fazer listas de palavras para memorizar

Não faça uma lista de palavras para começar a memorizá-las de forma isoladas.

aprender italiano 4 - 4 coisas que você não deve fazer na hora de aprender italiano

A eficácia desta prática é muito baixa.

Por quê?

Porque elas estão fora de contexto, com isso o nível de absorção e retenção é muito baixo.

Aliás, eu já até escrevi um post a respeito do tema… idioma não se “memoriza”.

Se você deseja aumentar o seu nível de absorção e retenção de vocabulários novos que aprendeu, existem formas mais eficazes, como…

Fazer frases em diversos contextos com o novo vocabulário. Ao fazer esse exercício, pratique a escrita e a fala.

Ou elaborar mapas mentais com a palavra em diversos contextos.

Toda vez que eu estou aprendendo um novo idioma, eu faço uso de mapas mentais. Esta é uma prática indispensável em meus estudos.

Inclusive, no meu curso de italiano, disponibilizo mapas mentais das lições para os meus alunos.

Em termos de absorção e retenção, mapas mentais é uma das ferramentas mais poderosas e comprovadas que temos a nossa disposição.

Use e abuse deste recurso.

Saiba mais sobre como o mapa mental funciona aqui.

Leia também: Como estudar italiano | 2 táticas eficazes

.

Para aprender italiano, tão importante quanto saber o que fazer, é saber o que não fazer!

Lembre-se dessas 4 coisas que você NÃO deve fazer para aprender italiano e verá como o seu estudo irá avançar de uma maneira bem mais rápida e efetiva!

O que achou destas dicas? Qual delas fez mais sentido para você? O que irá fazer agora?

Compartilhe comigo nos comentários abaixo! Vou adorar ver sua resposta ; )

Ci vediamo presto!

.


Priscilla Moraes
Priscilla Moraes

Olá! Eu sou a Priscilla, professora de italiano e criadora do “Italiano com a Priscilla”. Acredito que você seja apaixonado pela cultura e pela língua italiana assim como eu! Desenvolvi um método para tornar possível o ensino do italiano de uma maneira mais clara, fácil e natural. Sono felice di averti qui ; )

Deixe seu Comentário

Compartilhe comigo o que achou desta lição!