“Di” ou “Da”? Qual preposição usar em termos de origem e procedência?

Quantas vezes você já não se sentiu confuso na hora de usar as preposições “di” ou “da” para explicar de onde você vem e de onde você é?

Se você já se confundiu com o uso destas preposições, fica tranquilo que você não é o único.

Por isso, hoje eu vou explicar nesse post em quais situações você deve usar cada uma delas…

com dicas para você não se perder mais.

Ao final, você verá que é bem mais simples e fácil do que você imagina.

Vamos lá então!

.

Como utilizar as preposições “di” e “da”?

.

Utilizamos “da” quando nos referimos a procedência

A preposição “da” nesse contexto indica o lugar de partida (de origem) em que algo ou alguém veio.

Ou seja, onde a pessoa estava anteriormente.

di ou da 1 - DI ou DA – Procedência e Origem

Vengo da Roma.

Eu venho de Roma.

Podemos entender como “Acabei de chegar de Roma”, isto é, eu estava lá antes de vir para cá.

Eu estive lá, não significa que eu nasci em Roma.

.

Podemos usar a preposição “da” com o nome de cidades e nome de países.

No entanto, quando utilizamos com o nome de países devemos colocar o artigo definido (feminino ou masculino)…

tornando-se assim uma preposição articulada.

.

Vengo dal Portogallo. (da + il = dal)

Eu venho de Portugal.

.

Vengo dalla Colombia. (da + la = dalla)

Eu venho da Colômbia.

.

Leia também: Como utilizar os artigos definidos em italiano

.

Uso do “da” para indicar procedência de nascimento

Quando a preposição “da” é utilizada junto com o verbo “provenire”, a frase indica origem de nascimento.

Provengo da Roma.

Tenho procedência de Roma.

(Ou seja, sou romana… nasci em Roma)

.

Provengo dal Portogallo.

Eu sou de Portugal.

(Ou seja, sou portuguesa… nasci em Portugal)

.

Agora, e a preposição “di”, quando a utilizamos?

.

Utilizamos “di” quando nos referimos a origem de nascença

A preposição “di” nesse contexto indica o lugar de nascimento da pessoa.  

di ou da 2 - DI ou DA – Procedência e Origem

Para nos referirmos a nossa origem, utilizamos a seguinte combinação…

verbo “essere” (ser) + preposição “di” + nome da cidade de origem

.

Sono di Roma.

Eu sou de Roma.

.

Lei è di Firenze.

Ela é de Florença.

.

Siamo di Milano.

Nós somos de Milão.

.

Então, conseguiu entender quando utilizar as preposições “di” ou “da”?

Não tem segredo! Com a prática o uso correto delas fica cada vez mais natural.

Aproveite e já pratique agora nos comentários abaixo! Me deixe saber de qual cidade você é ; )

Ci vediamo alla prossima!

.


Priscilla Moraes
Priscilla Moraes

Olá! Eu sou a Priscilla, professora de italiano e criadora do “Italiano com a Priscilla”. Acredito que você seja apaixonado pela cultura e pela língua italiana assim como eu! Desenvolvi um método para tornar possível o ensino do italiano de uma maneira mais clara, fácil e natural. Sono felice di averti qui ; )

Deixe seu Comentário

Compartilhe comigo o que achou desta lição!