Hoje, em nossa série de músicas italianas eu trago a famosa canção “Che sarà”.

Decidi compartilhar ela hoje em homenagem ao dia nacional do Imigrante Italiano comemorada todos os anos no dia 21 de fevereiro.

O dia 21 de fevereiro de 1874 representa uma data histórica para o início da história da imigração italiana no Brasil.

Esta data marca a chegada dos primeiros imigrantes italianos, trazidos pela Expedição de Pietro Tabacchi.

A canção “Che sarà” de Jimmy Fontana e Franco Migliacci foi apresentada no Festival de Sanremo de 1971 por José Feliciano e Ricchi e Poveri, conquistando o segundo lugar desta edição.

Adquiriu grande popularidade no mundo todo, com versões em italiano, espanhol e inglês, sendo considerada um hino da imigração à América.

Hoje vamos nos aprofundar nela, mas não apenas ver a sua tradução, mas também, interpretar os trechos da música, com algumas curiosidades históricas!

Antes de continuar, vamos dar uma olhada na letra?

Aperte o play no vídeo do Youtube para que você possa acompanhar!

.

Che sarà – Que será

Paese mio che stai sulla colina

Vilarejo/povoado meu que está na colina

Disteso come un vecchio addormentato

Deitado como um velho adormecido

La noia l’abbandono il niente

O tédio, o abandono, o nada

Sono la tua malattia

São as tuas doenças

Paese mio ti lascio, io vado via

Eu deixo você meu vilarejo, eu vou embora

.

Che sarà, che sarà, che sarà

O que será, o que será, o que será

Che sarà della mia vita chi lo sa

O que será da minha vida, quem sabe

So far tutto o forse niente

Posso fazer tudo ou talvez nada

Da domani si vedrà

Amanhã se verá

E sarà, sarà quel che sarà

E será, será o que será

.

Gli amici miei sono quase tutti via

Os meus amigos foram quase todos embora

E gli altri partiranno dopo me

E os outros partirão depois de mim

Peccato perché stavo bene

Pena, pois estava bem

In loro compagnia

Na companhia deles

Ma tutto quanto passa e se ne va

Mas tudo passa e se vai

.

Che sarà, che sarà, che sarà

O que será, o que será, o que será

Che sarà della mia vita, chi lo sa

O que será da minha vida, quem sabe

Con me porto una chitarra

Comigo levo uma guitarra

E se la notte piangerò

E se de noite chorar

Una nenia del mio paese suonerò

Uma canção triste do meu vilarejo tocarei

.

Amore mio ti bacio sulla bocca

Meu amor te beijo na boca

Che fu la fonte del mio primo amore

Que foi a fonte do meu primeiro amor

Io ti dò un’appuntamento

Eu te marco um encontro

Dove e quando non lo so

Onde e quando não sei

Ma so soltanto che ritornerò

Mas só sei que voltarei

.

Che sarà, che sarà, che sarà

O que será, o que será, o que será

Che sarà della mia vita chi lo sa

Que será da minha vida quem sabe

So far tutto o forse niente

Posso fazer tudo ou talvez nada

Ma domani si vedrà

Amanhã se verá

E sarà, sarà quel che sarà

E será, será o que será

.

Paese mio che stai sulla colina – O povoado de Cortona

Che sara Cortona - Che sarà

A canção foi inspirada no povoado “paese” de Cortona (província de Arezzo), de Franco Migliacci e também lembra a aldeia da esposa de Jimmy Fontana, Bernalda, em Basilicata.

“Povoado meu que está na colina, deitado como um velho adormecido, o tédio, o abandono, o nada são as tuas doenças, eu deixo você meu vilarejo, eu vou embora.”

Aqueles foram anos muito difíceis no campo, que fizeram milhares de italianos saírem em busca de uma vida nova.

“Os meus amigos foram quase todos embora e os outros partirão depois de mim.”

Entre 1951 e 1971 Cortona passou de 31.900 habitantes para 22.652 (inclusive esta continua sendo a população atual de Cortona).

“O que será, o que será, o que será da minha vida quem sabe. Posso fazer tudo ou talvez nada, amanhã se verá, e será, será o que será.”

A música expressa exatamente o sentimento desse abandono e de incertezas, do que naquele momento parecia um caminho sem volta.

E de fato foi um caminho sem volta, a grande parte dos imigrantes não retornaram mais.

.

“Che sarà” – uma música que se tornou um hino

Che sara Feliciano - Che sarà

A música “Che sarà” foi escrita por Jimmy Fontana, Franco Migliacci e Carlos Pes…

sendo apresentada no Festival de Sanremo de 1971 pelo artista porto-riquenho José Feliciano junto com o então jovem grupo Ricchi e Poveri.

Apesar de ser uma composição italiana, a RCA (gravadora italiana) pediu que a canção fosse apresentada por Feliciano, na época, uma estrela do cenário mundial da música.

Como Jimmy Fontana era amigo pessoal de Feliciano, logo convenceu o amigo a interpretar a música no festival.

Com isso, foram gravadas três versões em três línguas: italiano (Che Sarà), espanhol (Qué será) e inglês (Shake a Hand).

A canção também se aproxima da história pessoal de José Feliciano, natural da região montanhosa de Lares, na então pobre ilha caribenha de Porto Rico, partiu para os Estados Unidos como tantos outros latino-americanos em busca de um nova vida.

Desta forma, a canção “Che sarà” popular mundialmente, se tornou um verdadeiro “hino à imigração”.

.

Curtiu?

É muito emocionante conhecer o contexto histórico desta canção, não é mesmo?

Aprender italiano com músicas é uma ótima opção para expandir o seu vocabulário, além de conhecer mais sobre a história e cultura italiana.

Aproveite esta música e escute ela quantas vezes você quiser para praticar!

E aí, gostou da música e das curiosidades de hoje? Compartilhe comigo abaixo nos comentários o que achou! Vou adorar ver o seu comentário ; )

Ci vediamo!

.

Leia também: A história do Dia do Imigrante Italiano

.


Priscilla Moraes
Priscilla Moraes

Olá! Eu sou a Priscilla, professora de italiano e criadora do “Italiano com a Priscilla”. Acredito que você seja apaixonado pela cultura e pela língua italiana assim como eu! Desenvolvi um método para tornar possível o ensino do italiano de uma maneira mais clara, fácil e natural. Sono felice di averti qui ; )

    30 replies to "Che sarà"

    • Maristela

      Nossa Pri, quanta cultura, muito obrigada mesmo de coração por essa riqueza de história e detalhes. Adorei a canção, ainda não conhecia, eu particularmente adoro aprender Italiano com música. Grazie Mille. Grande abraço. 🇧🇷🇮🇹

      • Priscilla Moraes

        Ciao Maristela!
        Fico muito feliz de saber que gostou e que aprendeu mais sobre essa bela música. Un abbraccio 😉

    • Fernando Antonio Nunes Bittencourt

      Que bom poder aprender com as músicas.

      Não sabia que Porto era levar.

      • Priscilla Moraes

        Ciao Fernando!
        Que legal que gostou, aprender com músicas é muito bom. Un abbraccio 🙂

    • Ana Maria

      Grazie mille. Bellissima lezione!!!!!! 🇧🇷❤️🇮🇹

      • Priscilla Moraes

        Ciao Ana, fico muito feliz em saber que gostou!
        Un grande abbraccio

      • Priscilla Moraes

        Ciao Ana, que bom que gostou!
        Un grande abbraccio

    • Wagner Xavier de Souza

      Hino à imigração – A canção Che sarà é uma canção que inspira a verdeira história do povo imigrante. Não é fácil deixar a terra onde um dia alguém precisou sair para que pudessem viver melhor, ou tentar viver melhor em outro lugar.

      • Priscilla Moraes

        Ciao Wagner, sim realmente, não deve ter sido nada fácil.
        Eu gosto muito desta música acho a letra bem profunda!

    • Christiane

      Ciao, Pri! Adorei a música. Já tinha ouvido a canção mas agora tenho mais noção do significado dela. Realmente é emocionante porque só quem viveu a imigração sabe das dificuldades, da longa viagem de navio, de se começar uma nova vida num lugar totalmente novo, muitas vezes inóspito, do trabalho árduo para recomeçar, da saudade se quem ficou pra trás. Deve ter sido difícil para muitos.

      • Priscilla Moraes

        Ciao Cris, que legal saber que gostou!
        Quando conhecemos mais a história conseguimos entender melhor tudo o que está sendo transmitido através da música, isso é muito bom pois absorvemos cada vez mais 🙂

    • Ivan Mazzoco

      Ciao, Priscilla! só hoje que li sua matéria, adorei a canção. Adorei! riqueza da história com estes detalhes. Adorei a canção.

      • Priscilla Moraes

        Ciao Ivan, que legal saber que gostou da música!
        Ela é muito linda 🙂

    • Ana Angélica Trajano da Silva

      Amei a canção, letra belíssima

      • Priscilla Moraes

        Ciao Angélica, adorei saber que amou a canção!
        Un abbraccio

    • Fábio de Lima Ianck

      Muito, muito joia e proveitoso.
      Parabéns professora.

      • Priscilla Moraes

        Grazie mille!

    • Jacir

      Ciao Pri! Gosto muito dessa música mas nunca associei ela à essa data tão historica para nós todos descendentes de italianos. Nem nunca prestei atenção na letra. Só agora vi quanto simbolismo ela tem.
      Un abbraccio.

      • Priscilla Moraes

        Ciao Jacir!
        Sim, esta música tem muito simbolismo e significados por trás. Un abbraccione!

    • Iraci

      Ciao Priscilla, já ouvi várias histórias parecidas, inclusive de familias. Tive a sensação de estar vivendo neste momento.
      Sou muito grata a você.
      Un abbraccio

      • Priscilla Moraes

        Ciao Iraci!
        Fico feliz que tenha gostado. Un abbraccio 🙂

    • Pétrus Pozzolini

      Nossa! Uma mistura de alegria e tristeza nessa música,uma história de aventuras,despedidas,esperança, incertezas,mas,bela e apaixonante.
      Muito bom conhecer essa história,q nos conta um poucso da cultura italiana.
      Muito bom aprender com música!
      Grazie Priscilla!

      • Priscilla Moraes

        Ciao Pétrus!
        Sim, uma música rica em história e emoções.
        Grazie mille!

    • Mário José Procópio dos Anjos

      Che Sara é uma das minhas músicas preferidas, Amo canta-la. Eu não conhecia sua inspiração, agora aprende um pouco mais.

      • Priscilla Moraes

        Ciao Mário!
        Fico feliz que tenha gostado. Un abbraccio!

    • Andrea

      eu acho que aprender com música facilita bastante, mas foi também uma aula de história!
      bravíssimo!!!

      • Priscilla Moraes

        Grazie mille Andrea!
        Sim, aprender com música é muito prazeroso, que bom que gostou!
        Un grande abbraccio

    • Marisa Bertoletti

      Grazie mille, Pri! Amei, que aula cultural!!

      • Priscilla Moraes

        Grazie Marisa! 😉

    • Claudio Riganelli

      Non conoscevo mio nonno, sono nato nel 1953 ed è morto nel 1955! Anche non conoscendolo questa canzone mi fa sentire la sua mancanza, mi manca perché penso fosse uno di quegli immigrati.

Deixe seu Comentário

Compartilhe comigo o que achou desta lição!